Abrace o caos « Agile Way


23 de Agosto de 2012

Abrace o caos

Estava me lembrando de uma das primeiras entrevistas que eu fiz para um emprego de programador. Lembro de chegar todo nervoso para a entrevista com o chefe do local, e lá pelas tantas, ele me solta aquela pergunta:

– Onde você se enxerga daqui 5 anos?

Na hora eu gelei. Respondi qualquer coisa, não creio que tenha conseguido ser eloquente naquele momento. Mas hoje, tendo em vista todo conhecimento e experiência adquirida nestes anos todos, eu responderia sem medo:

– Não faço a menor ideia.

Imagino que você deva estar um pouco espantado com essa resposta. Afinal, soa tão infantil que talvez nem merecesse atenção. Por outro lado, é da mais profunda honestidade e, por que não, sabedoria.

Uma das coisas mais importantes que eu aprendi com os anos de programador, depois gerente de projetos e agora empreendedor, é que não importa o que façamos, jamais teremos qualquer controle do futuro. Por mais metódicos que sejamos planejando e criando planos de gestão de riscos, sempre haverá uma mudança de rumo na próxima semana.

Existem pessoas que insistem em tentar controlar seu futuro. Fazem planos e criam sonhos para 3, 5 ou 10 anos. E se frustram constantemente, num loop eterno de  teimosia, querendo jogar contra a natureza das coisas.  Se isso acontece na vida pessoal – onde teoricamente temos maior controle dos fatos – o que dizer da vida profissional, onde as variáveis nos são totalmente alheias e incontroláveis?

Não há nada de errado em traçar um objetivo para anos daqui para frente. Desde que você o utilize com um norteador e entenda que o caminho para atingí-lo será totalmente desconhecido. E que você terá que ir se moldando de acordo com as necessidades. Isso significa, inclusive, abandonar o objetivo para agarrar uma outra oportunidade que tenha surgido.

Precisamos aceitar que as são inerentes a nossa vida. Viver e curtir mais o presente, e se adaptar quando necessário.

Ou então continuar vivendo uma frustração atrás da outra.



3 Comentários para “Abrace o caos”

  1. É Flávio esta é uma verdade na vida profissional. Temos que estar aptos a nos adaptar.

    Eu sou empresário e já vi essa pergunta ao contrário. O desenvolvedor vira pra mim e pergunta o que ele deve estudar pensando em longo prazo. Eu sempre respondo que não sei, mas que podemos descobrir algo pra agora. É triste ver as caras de decepção, mas super gratificante acompanhar aqueles que “abraçam o caos”.

  2. Concordo com você. Hoje sou desenvolvedor e pretendo ser por mais algum tempo. O projeto atual acabou e eu já estava sendo direcionado para um outro com duração prevista de alguns anos quando recebi a notícia de que fui aprovado para trabalhar em outro lugar. Ganharei um pouco menos, mas conhecerei novas pessoas, novas fomas de se trabalhar e novas tecnologias. A única certeza que tenho sobre o amanhã é que será diferente do hoje. Pode aparecer uma nova oportunidade, posso ter uma opinição diferente e tantas outras coisas podem acontecer. Por isso, gosto da letra da “Metamorfose Ambulante”.

    Enfim, se eu não gostar, mudo.

    Parabéns pelo artigo.

    Abs,
    Rodrigo

  3. Sam diz:

    Working With Custom Maven Archetypes (Part 3) Uncovering Serious Flaws of Agile and Scrum New to agile? Watch an Intro to Scrum video in about 8 minutes Scrum Success in a Distributed Team Environment Developing a Google App Engine (GAE) app using

Comentar