Vendas « Agile Way
22 de Março de 2013

Como lidar com seus clientes

Uma das maiores dificuldade que enfrentamos no mundo de TI é conseguir demonstrar para os clientes (normalmente leigos) que um projeto de natureza criativa é complexo de ser realizado.

Um dos grandes desafios que existem é exatamente conseguir mostrar que as coisas não são fáceis. Por pior que possa parecer, sempre há uma solução. Eu aprendi algumas técnicas, na marra, e queria compartilhar com vocês.

Continue lendo »

19 de Abril de 2012

Não cobre barato

Antes que você tente se defender, eu repito. NÃO COBRE BARATO.

Nada pode ser mais custoso para uma empresa (principalmente para as startups) do que cobrar barato por um serviço.

Continue lendo »

16 de Dezembro de 2011

O empreendedor multi disciplinar

Empreender é uma das coisas mais bacanas que existem. É a oportunidade de não apenas fazer o que se gosta, mas também de fazer como se gosta. Sem chefes, sem prestações de contas.

Mas, você já deve saber, se lê este blog há algum tempo, nem tudo são flores.

O fato de um empreendedor ter que se tornar multi-disciplinar, acaba levando um grande problema.

Continue lendo »

4 de Agosto de 2011

O aprendizado só vem com dor

Quando falamos em métodos ágeis, falamos em aprendizado e melhoria contínua.

E normalmente falamos que os principais resultados obtidos no curto prazo, com qualquer um dos métodos ágeis (Scrum, XP, etc), é o de encontrar erros e falhar bastante.

Essa costuma ser uma das principais causas para muitas pessoas desistirem de usar os métodos ágeis. Elas não querem falhar. Não admitem.

Elas não compreendem que errar e falhar faz parte do aprendizado. Elas não querem sentir dor.

Continue lendo »

28 de Julho de 2011

O principal erro de uma startup

A maioria dos meus leitores sabe que eu tenho uma startup, a Woompa. Criei minha empresa em junho de 2010 e desde então estamos trabalhando nas nossas soluções para a web. Nosso foco é no setor da construção civil. Estamos finalizando nosso produto chamado Pixel Quadrado, um conjunto de serviços para facilitar a entrada de construtoras e incorporadoras na internet. Temos outros sistemas saindo do forno, em fase de desenvolvimento.

Passados 1 ano e 2 meses de empresa, eu olho pra trás e vejo uma sucessão de erros que cometemos. Mau planejamento, gold plating, escopo sem fim, avaliações erradas de pessoas, falta de tino para vendas, enfim. A lista seria grande.

Mas eu percebi que há um erro que nós cometemos e que foi imperativo para nossa atual dificuldade.

Continue lendo »